segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Argumento Consequente Contra o Calvinismo

Argumento Consequente Contra o Calvinismo[1]


1. (Premissa) Se p é verdadeiro, e eu não posso evitar de fazer p, e se p então q, logo eu não posso evitar de fazer q.
(cf. Finch and Warfield's modified beta)

2. (Premissa) Se o calvinismo é verdadeiro, e Deus soberanamente deseja p, logo eu não posso evitar que Deus deseje soberamente p.

3. (Premissa) Se o calvinismo é verdadeiro, então eu faço A somente se Deus soberamente deseja que eu faça A.

4. Deus deseja soberamente p então p.

5. Portanto, Se o calvinismo é verdadeiro e eu faço A, então eu não tive como evitar minha escolha por A (1,2,3 e 4)

6. (Premissa) Eu não sou responsável por aquilo que não poderia ter sido evitado.

7. Portanto, se o calvinismo é verdadeiro, eu não sou responsável por qualquer coisa que eu faça.

8. (Premissa) Eu sou responsável por algo que eu faço.

9. Logo, o calvinismo é falso.






[1]Fonte:  < http://alexanderpruss.blogspot.com.br/2010/11/consequence-argument-against-calvinism.html. >
 Agradeço ao amigo Lucas Martins pela ajuda na correção gramatical

Nenhum comentário:

Postar um comentário